A job hunter Maria Emília Lemes dá dicas para profissionais sêniors vencerem o medo diante do novo

JOB HUNTER 

A palavra “job”, do Inglês, significa “emprego”, enquanto o termo “hunter” pode ser traduzido como “caçador”, ou seja, estamos falando de alguém que você pode contratar para que busque, encontre e volte com uma oportunidade de trabalho para você. O conceito que começou nos Estados Unidos, já disseminou-se pelo mundo afora. É uma das partes mais importantes do processo de um programa de Recolocação / Outplacement, pois junta o profissional e sua vaga ideal.

RECICLAGEM QUE O MERCADO EXIGE
Manter-se no comando do próprio cargo após dois anos de transformações consequentes da pandemia tornou-se um grande desafio para muitos executivos. Do dia para a noite, eles precisam adequar processos à nova realidade hiper conectada que se acelerou com o homeoffice. Segundo a job hunter Maria Emília Leme, o caminho para a reciclagem necessária é estimular a troca de experiências e manter a autoconfiança.

MAIS SOBRE NOSSA ENTREVISTADA MARIA EMÍLIA LEMES: Coach e job hunter com mais de 28 anos de carreira, Maria Emília Lemes atuou na área de recursos humanos em diversas empresas nacionais e multinacionais, como Ericsson, Itaú e Saint Gobain. Hoje, também trabalha como consultora em processos de coaching, prestando mentoria para implantação do setor de RH em empresas, e como preparadora de profissionais de RH. Mantém, ainda, um programa de recolocação profissional para executivos em empresas como Pacer Logística, Instituto CRF e IBM – México. Mais informações no site da job hunter e no instagram Emília Lemes.

Seja o Primeiro a Comentar