Eles distribuem alimentos que iriam para o lixo a mais 1,6 milhão de brasileiros

Fome, miséria e doenças. O problema não é a falta de recursos no planeta, mas a má distribuição desses. 870 milhões de pessoas em todo o mundo passam fome todos os dias. Só no Brasil, 26 milhões de toneladas de alimentos sejam jogadas no lixo por ano.

Mas se sobra de um lado e falta do outro, tem algo errado nessa conta. Esse foi o pensamento do engenheiro Daniel Ferratoni e da Relações públicas Lucila Matos. Juntos, eles criaram o projeto banco de alimentos de santos. Essa iniciativa resgata em feiras e centrais de abastecimento de Santos (SP) alimentos que seriam descartados e doam a comunidades carentes. Veja!

O projeto teve início em 2014 e já redistribuiu mais de 18 toneladas de frutas e verduras a quase mil famílias de baixa renda. A estimativa é que os bancos de alimentos consigam fornecer comida para mais de 1,6 milhão de pessoas em todo o país, ajudando a manter essa população de baixa renda bem alimentada e saudável.

Seja o Primeiro a Comentar