Hobbie com quebra-cabeça vira negócio para empresária paulista

Cansada de encontrar à venda nas lojas nacionais apenas quebra-cabeças que retratam paisagens bucólicas, pontos turísticos ou animais, Daniela Petroni, 47 anos e apaixonada pelo passatempo há trinta, resolveu criar a própria marca com ilustrações originais, a Puzzle Me. Daniela investiu R$ 80 mil no negócio. Ela comprou facas de corte, matéria-prima e guardou um pouco para o capital de giro da empresa. A produção é terceirizada numa gráfica.

Os desenhos são de artistas mulheres. Sonho de Mar, da artista argentina Eva Uviedo, ou Lola, da paulistana Alê Cota, ambos com 500 peças, são algumas das principais obras com tiragens limitadas. Também fazem parte do catálogo retratos de Frida Kahlo e outras imagens, como cartões de Feliz Aniversário e imagens com forma de mandala, incluindo hidrocores para colorir. As imagens podem se tornar quadros de paredes também, já que as molduras para os quebra-cabeças também estão à venda no site. Confira o bate-papo na íntegra com essa mulher empreendedora, que é uma verdadeira inspiração!

Seja o Primeiro a Comentar